15-18 de Maio Festa dos Museus no MNE | Programação

18

Programação (PT) | Programme (EN)


Festa dos Museus
15 a 18 de maio de 2015
PROGRAMA
sexta-feira 15 de maio
22h00 – 02h00 “Ball-Trad”

Baile de danças tradicionais europeias. Inicie as celebrações dos museus com muito ritmo, dança e animação! Ao som de música ao vivo, junte-se à Tradballs e participe na descoberta de tradições coreográficas de várias culturas europeias.
Público-alvo: todos os públicos, em particular os «pés-esquerdos», que também não resistirão a aprender e a participar nas danças!
Colaboração: Tradballs – Associação para a Promoção e Divulgação da Arte Cultural Tradicional (https://pt-pt.facebook.com/cooperativatradballs; tradballs@tradballs.pt).

sábado 16 de maio
15h00 – 17h00 “Casa das Nações”: Oficina para famílias
Vem com os teus pais e, depois de visitares a Exposição Permanente, participa na decoração da “Casa das Nações”, um tipi* instalado no jardim interior do museu, com motivos e padrões alusivos à diversidade dos c. de 400 grupos culturais representados nas coleções do Museu.

* Tenda cónica emblemática dos povos das Primeiras Nações (outrora
chamados de «índios») das planícies da América do Norte.
Público-alvo: famílias.
Sujeito a marcação prévia (para: visitasguiadas@mnetnologia.dgpc.pt) e limitado a um máximo de 25 participantes.

Noite Europeia dos Museus
21h30-23h00 “Alentejo, Alentejo”: Um filme de Sérgio Tréfaut sobre o Cante Alentejano
Venha ao Museu ver o mais belo filme sobre o Cante Alentejano e as suas atuais dinâmicas, do realizador Sérgio Tréfaut, galardoado com o «Prémio Melhor Filme Português» do Festival INDIELISBOA 2014, com o «Prémio TAP Melhor Documentário» e com o «Prémio Melhor Filme» no DOCSBARCELONA+MEDELÍN 2014.
Público-alvo: todos os públicos.
Capacidade do Auditório do Museu (160 lugares).
Colaboração: FAUX (http://alentejoalentejo.com)

domingo 17 de maio
10h30-11h15 “Em busca do tesouro perdido”: Teatro infantil
Vem com os teus pais ao Museu conhecer a aventura de Miquelina na descoberta de um tesouro, num espectáculo para crianças da Companhia Palco de Chocolate onde se adivinhas e músicas aventuras se combinam com os ritmos da cidade e do campo.
Público-alvo: Crianças dos 4 aos 10 anos.
Colaboração: Companhia Palco de Chocolate (http://www.palcodechocolate.pt/ palcodechocolate@gmail.com).
Sujeito a marcação prévia (para: visitasguiadas@mnetnologia.dgpc.pt); limitado à capacidade do Auditório do Museu (160 lugares).

15h00 -16h30 A minha voz é o meu instrumento: Workshop de voz
Experimentação da prática vocal e do prazer de cantar em grupo. O workshop desenvolve-se em três fases: aquecimento vocal e desinibição da voz; aprendizagem de canções; atuação coletiva. O Workshop é precedido de visita orientada ao núcleo “A música e os Dias”, dedicado aos instrumentos musicais populares portugueses, da Exposição Permanente do Museu.
Público-alvo: famílias.
Colaboração: Associação Portuguesa de Educação Musical.

15h00 – 18h00 Cante Alentejano – “Património Vivo”
Venha descobrir o mais recente património vivo, o Cante Alentejano, declarado em 2014 como «Património Cultural Imaterial da Humanidade» pela UNESCO, com a atuação do Grupo Coral «Os Alentejanos» da Damaia e do «Grupo Coral Alentejano da Brandoa» no jardim (exterior e interior) do Museu.
Público-alvo: todos os públicos.
Colaboração: MODA – Associação do Cante Alentejano (moda@cantoalentejano.com);
Grupo Coral da Damaia «Os Alentejanos» e «Grupo Coral Alentejano da Brandoa».

Dia Internacional dos Museus
Segunda-feira 18 de maio
10h00 -12h30 “Por detrás da Máscara”: oficina para jovens
Sabias que a máscara é um dos elementos comuns a quase todas as culturas do mundo? Vem ao Museu descobrir o carácter universal da máscara, através de uma visita guiada a algumas das 40.000 peças das suas coleções, e aprende depois a construir a tua própria máscara com técnicas de pintura e colagem.
Público-alvo: grupos escolares do 2.º ciclo do ensino básico.
Sujeito a marcação prévia (para: visitasguiadas@mnetnologia.dgpc.pt) e limitado a um máximo de 30 participantes.

14h00 – 16h45 Visitas Guiadas às Reservas do Museu
14h00 – 14h45 | I.“Galerias da Vida Rural”
Espaço de reserva de coleções ilustrativas dos temas da agricultura e atividades agro-marítimas, pastoreio, tecnologia têxtil e equipamento doméstico na sociedade rural portuguesa, correspondendo, na sua grande maioria, a coleções sistemáticas constituídas pela equipa fundadora do Museu entre as décadas de 1960 e 1970.

15h00 – 15h45 | II. “Galerias da Amazónia”
Espaço de reserva de coleções adquiridas junto de vários grupos indígenas da Amazónia brasileira, na década de 1960 por Victor Bandeira e na década de 2000 por Aristóteles Barcelos Neto.

16h00 – 16h45 III. “Galerias das Artes e Ofícios”
Espaço de reserva atualmente em preparação para futura abertura ao público como a 3.ª Reserva Visitável do Museu, no qual se encontram reunidas coleções provenientes de todo o País, relativas quer a atividades tradicionais propriamente ditas (com particular destaque para a pesca, a olaria e a cestaria), quer a atividades na fronteira entre o património «etnológico» e o património «industrial» (como o recheio de uma fábrica de produção de escovas, vassouras e pincéis, em atividade no centro de Lisboa até 1984).

Público-alvo: todos os públicos.
Sujeito a marcação prévia (para: visitasguiadas@mnetnologia.dgpc.pt) e limitado a um máximo de 25 participantes por visita.

Advertisements