Victor Bandeira: Tantas Vidas numa Vida | 29 de novembro | 18h30

VBVB2

Anúncios

Cadeira de “Etnografia Portuguesa” – Departamento de Antropologia do ISCTE-IUL

No âmbito de colaboração com o Departamento de Antropologia do ISCTE-IUL, a cadeira de Etnografia Portuguesa da Licenciatura em Antropologia desta Universidade, a cargo do Professor Pedro Prista, é ministrada no Museu Nacional de Etnologia. Ao longo do 1.º Semetre do ano letivo de 2017/2018, os alunos desta cadeira terão assim oportunidade de contactar diretamente com diversas valências do Museu diretamente articuladas com a disciplina, entre as quais os seus espaços expositivos e de reserva, assim como conhecer em maior profundidade não apenas as coleções etnográficas mas também diversos tipos de fundos documentais do Museu relativos aos temas abordados nas aulas.

 

Circuito Hop On – Hop Off de “Belém Monumental”

O Museu Nacional de Etnologia e o Museu de Arte Popular integram o novo circuito turístico “Belém Monumental”, em funcionamento desde 27 de setembro, que permite a circulação dos passageiros entre os principais Museus e Monumentos desta área de Lisboa em regime de Hop On – Hop Off. Com um custo de € 5,00, o bilhete para este circuito é válido por 24 horas e permite aos passageiros entrar e sair livremente em qualquer das paragens, devidamente identificadas, localizadas junto aos principais museus e monumentos da zona de Belém e Ajuda.

Com partida no Pilar 7 da Ponte 25 de abril, o circuito “Belém Monumental” realiza-se todos os dias, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00, e abrange as seguintes paragens: Museu Nacional dos Coches, Palácio Nacional da Ajuda, Museu Nacional de Etnologia, Mosteiro dos Jerónimos – Museu Nacional de Arqueologia – Museu de Marinha – Planetário – Centro Cultural de Belém, Torre de Belém, Museu de Arte Popular – Padrão dos Descobrimentos, Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia.

Os bilhetes para este novo circuito podem ser adquiridos em todos os Postos de Turismo da cidade de Lisboa e balcões Cityrama. Podem ser também adquiridos nos dois Postos de Turismo recentemente criados junto ao Mosteiro dos Jerónimos e à Torre de Belém, que permitem também a aquisição de bilhetes de ingresso para os diversos museus e monumentos da área de Belém-Ajuda.

«De Regresso à Luz: Esculturas orientais em depósito da Coleção de Victor Bandeira» | a partir de 13 de outubro, no MNE

CARTAZ

«De Regresso à Luz. Esculturas orientais em depósito da Coleção de Victor Bandeira»

13 de outubro 2017 a 11 de fevereiro de 2018

A exposição “De Regresso à Luz” dá a conhecer, pela primeira vez, um conjunto de sete esculturas de carácter religioso provenientes de Myanmar, Tailândia, Japão e Sri Lanka, que, tendo sido adquiridas por Victor Bandeira com vista a integrar as coleções asiáticas do Museu Nacional de Etnologia, aqui têm permanecido depositadas desde 1975, na expectativa de uma incorporação ainda não concretizada.

Regressadas à luz após quatro décadas, e sujeitas agora a modos de contemplação jamais imaginados quando da sua produção, estas imagens convidam a que nos demoremos na excelência da sua materialidade, como ponto de partida para os sistemas de crenças religiosas para que nos remetem, maioritariamente o Budismo.

Mas estas esculturas – que se incluem entre os mais de cinco mil objetos que Victor Bandeira recolheu em África, na Amazónia, na Ásia e também em Portugal com destino às coleções do Museu, entre as décadas de 1960 e 1970 – convidam-nos também a descobrir a importância do lugar crucial que este colecionador ocupa na história do Museu.

Assim, a exposição constitui, por um lado, um gesto de agradecimento e de reconhecimento público a Victor Bandeira pela sua inegável dedicação e generosidade para com o Museu ao longo de décadas, sendo igualmente expectativa que a sua realização possa despertar a atenção para a importância da aquisição destas esculturas e o seu ingresso de pleno direito nas mais relevantes coleções etnográficas a nível nacional.