Apresentação do Estudo de Públicos do Museu Nacional de Etnologia | 10 de abril | 16h00

A Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) e o Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-IUL) do Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) apresentam, no próximo dia 10 de abril de 2019, pelas 16h00, os Resultados do Estudo de Públicos do Museu Nacional de Etnologia. É o sexto museu dos 14 analisados nesta investigação.

Este estudo contou com o apoio mecenático da Fundação Millennium bcp e da ONI.

Os resultados agora apresentados respondem de forma detalhada à caraterização dos públicos do Museu Nacional de Etnologia: quem visita o museu? Qual a relação com o museu? Com quem visita? Qual a duração e as motivações da visita? Como se informaram sobre a visita? Que avaliações fazem do museu e da exposição? Quais as práticas culturais e motivações e frequência de visita a museus? Aos dados quantitativos acrescem as opiniões e sugestões que os visitantes deixaram no final da visita ao museu, uma abordagem qualitativa que constitui um dos contributos mais inovadores do estudo.

Projeto estruturante e inovador na área dos estudos de públicos de museus em Portugal, o Estudo de Públicos de Museus Nacionais é o primeiro estudo realizado no país que compreende uma amostra representativa (mais de 13.000 questionários validados), alargado no tempo (12 meses de recolha de informação) e nos museus abrangidos (14 museus nacionais).

Pretende-se que os resultados exaustivos do EPMN e a consequente caracterização aprofundada dos públicos dos restantes 8 museus nacionais participantes no estudo venham a ser divulgados até ao final de 2019.

Anúncios

CARTAS DO NOVO MUNDO – 7 de abril | 16h00

TEMPORADA 2019

Próxima sessão: 7 de abril (domingo), 16h00

O espectáculo «Cartas do Novo Mundo» consiste numa peça de teatro inspirada n’ «A Carta» de Pêro Vaz de Caminha, seguida de breve visita guiada às «Galerias da Amazónia», uma das Reservas Visitáveis do Museu.

Propositamente concebido para realização no Museu Nacional de Etnologia, o espectáculo é destinado a todos os tipos de públicos (famílias, adultos e grupos escolares), constituindo uma oportunidade de excelência para a descoberta deste espaço de Reserva, ímpar a nível nacional.

A peça de teatro é baseada naquela descrição do primeiro contacto entre os europeus e os povos indígenas do Brasil e tem por protagonista Afonso Ribeiro, um desterrado que integrou a armada de Pedro Álvares Cabral em 1500.

É a voz desse personagem que nos transporta de regresso a esse momento histórico e nos revela o espanto sentido pelos portugueses perante o confronto com formas de viver em sociedade marcadamente distintas da sua.

E é também pela sua voz que nos chegam as primeiras descrições da cultura material dessas sociedades, cultura expressa nos vários tipos de objetos que integram as coleções das «Galerias da Amazónia» e que se constituem como cenário por excelência desta narrativa.

Projeto: Academia de Produtores Culturais em co-produção com Cassefaz
Direção artística: Miguel Abreu
Ator: F. Pedro Oliveira

Marcação prévia para servicoeducativo@mnetnologia.dgpc.pt; tel: 213041160.
Preço: € 7,00.
N.º máximo de participantes: 30.

Cineclube Indie 2019

No âmbito de parceria com a Junta de Freguesia de Belém, a 13 e 15 de março o Museu Nacional de Etnologia acolhe a projeção de filmes selecionados do Cineclube INDIELISBOA, projeto que tem como objetivo desenvolver o potencial do cinema como ferramenta educativa valorizando igualmente a sua linguagem artística.