Últimos pormenores da montagem da exposição permanente! Inaugura hoje, às 18:30

"O museu muitas coisas" , últimos preparativos | Foto: Ana Botas "O museu muitas coisas" , últimos preparativos | Foto: Ana Botas "O museu muitas coisas" , últimos preparativos | Foto: Ana Botas "O museu muitas coisas" , últimos preparativos | Foto: Ana Botas "O museu muitas coisas" , últimos preparativos | Foto: Ana Botas "O museu muitas coisas" , últimos preparativos | Foto: Ana Botas "O museu muitas coisas" , últimos preparativos | Foto: Ana Botas "O museu muitas coisas" , últimos preparativos | Foto: Ana Botas

Advertisement

Inauguração da Exposição Permanente do MNE, 31/01 – 18h30

No próximo dia 31 de Janeiro, pelas 18h30, o Museu Nacional de Etnologia inaugura uma proposta de exposição permanente, de título “O Museu, muitas coisas”.

A nota de imprensa está disponível para download na barra lateral direita deste site.

Agradecemos a vossa melhor divulgação.

M

“A Amazónia em Viagem: o Museu Nacional de Etnologia em Belmonte” a partir de amanhã, no Museu À Descoberta do Novo Mundo

A Amazónia em Viagem, O Museu Nacional de Etnologia em Belmonte”

(de 21 de Julho a 11 de Março)

 Os objectos estão agora distantes dos homens e mulheres com quem partilharam a mesma língua, no fabrico, no uso e nos modos da sua apropriação e fruição. Na sua distância de objectos de museu, evocam desde logo, a imensa natureza que propicia os materiais de que são feitos. São uma pequena amostra da profusão de plantas, madeiras, fibras, frutos, sementes, aves e toda a espécie de animais, resinas e seivas, terras e pigmentos.

No tempo longo da sua existência, os índios desenvolveram procedimentos e formas de aproveitamento dos recursos, cuja eficácia e aparente simplicidade convive com elaborações de grande sofisticação técnica e plástica. Modos de fazer e dizer, motivos e desenhos constroem os sentidos com que cada grupo projecta a sua identidade.

Uma humanidade que se prolonga em todos os seres que habitam a floresta: cativos e próximos; selvagens e esquivos; ocultos e incertos. Seres que reaparecem na forma dos artefactos, na geometria dos entrançados, nos grafismos. Máscaras, adereços e pinturas corporais, o canto e o som das flautas são a figuração e a voz do universo em que cada uma destas sociedades se revela.

Os índios já lá se encontravam quando os navegadores do Ocidente viram aquelas terras nunca vistas. E lá permaneceram e continuam. Eles ajudam-nos a pensar sobre a diversidade e desigualdade do mundo, a qualidade dos olhares que nele se cruzam e o que nos é exigido de atenção e necessidade de conhecer e de inventar todas as formas de diálogo antes negado.

A exposição mostra alguns dos objectos de entre os que podem ser vistos nas Galerias da Amazónia, reserva do Museu Nacional de Etnologia aberta ao público. Ela é também um convite para todos os que desejam saber mais sobre estes povos e assim aprender a saber mais sobre nós próprios.

Joaquim Pais de Brito

 

 

A Amazónia em Viagem | O Museu Nacional de Etnologia em Belmonte

No início da semana passada, saíram das Galerias da Amazónia do MNE, em direcção a Belmonte (no distrito de Castelo Branco), 88 objectos. O objectivo foi a montagem de uma exposição sobre os diferentes aspectos da vida dos Índios da Amazónia.

Assim, inaugura no próximo dia 21 de Julho a exposição “A Amazónia em Viagem, O Museu Nacional de Etnologia em Belmonte”, no Museu À Descoberta do Novo Mundo.

Sugestões do MNE para hoje – Dia Internacional dos Museus

Voltamos a lembrar que, mais logo, às 18:30, o professor Joaquim Pais de Brito fará uma visita guiada à exposição com os trabalhos de António Peralta! Em seguida, às 19:30, decorrerá a oficina “O Imaginário e as Formas” onde se desenvolverão trabalhos em várias técnicas (desenho, colagens, pintura), sobre a visita anterior.

Às 22:00, inauguramos a exposição de Rui Mourão “O Carnaval é um Palco, a Ilha uma Festa”.

Contamos convosco!

Entrada gratuita.

(Promoções na Loja do museu)

(Jantares na cafetaria do museu por 8.50€)