Victor Bandeira: Tantas Vidas numa Vida | 29 de novembro | 18h30

VBVB2

Anúncios

Cadeira de “Etnografia Portuguesa” – Departamento de Antropologia do ISCTE-IUL

No âmbito de colaboração com o Departamento de Antropologia do ISCTE-IUL, a cadeira de Etnografia Portuguesa da Licenciatura em Antropologia desta Universidade, a cargo do Professor Pedro Prista, é ministrada no Museu Nacional de Etnologia. Ao longo do 1.º Semetre do ano letivo de 2017/2018, os alunos desta cadeira terão assim oportunidade de contactar diretamente com diversas valências do Museu diretamente articuladas com a disciplina, entre as quais os seus espaços expositivos e de reserva, assim como conhecer em maior profundidade não apenas as coleções etnográficas mas também diversos tipos de fundos documentais do Museu relativos aos temas abordados nas aulas.

 

«De Regresso à Luz: Esculturas orientais em depósito da Coleção de Victor Bandeira» | a partir de 13 de outubro, no MNE

CARTAZ

«De Regresso à Luz. Esculturas orientais em depósito da Coleção de Victor Bandeira»

13 de outubro 2017 a 11 de fevereiro de 2018

A exposição “De Regresso à Luz” dá a conhecer, pela primeira vez, um conjunto de sete esculturas de carácter religioso provenientes de Myanmar, Tailândia, Japão e Sri Lanka, que, tendo sido adquiridas por Victor Bandeira com vista a integrar as coleções asiáticas do Museu Nacional de Etnologia, aqui têm permanecido depositadas desde 1975, na expectativa de uma incorporação ainda não concretizada.

Regressadas à luz após quatro décadas, e sujeitas agora a modos de contemplação jamais imaginados quando da sua produção, estas imagens convidam a que nos demoremos na excelência da sua materialidade, como ponto de partida para os sistemas de crenças religiosas para que nos remetem, maioritariamente o Budismo.

Mas estas esculturas – que se incluem entre os mais de cinco mil objetos que Victor Bandeira recolheu em África, na Amazónia, na Ásia e também em Portugal com destino às coleções do Museu, entre as décadas de 1960 e 1970 – convidam-nos também a descobrir a importância do lugar crucial que este colecionador ocupa na história do Museu.

Assim, a exposição constitui, por um lado, um gesto de agradecimento e de reconhecimento público a Victor Bandeira pela sua inegável dedicação e generosidade para com o Museu ao longo de décadas, sendo igualmente expectativa que a sua realização possa despertar a atenção para a importância da aquisição destas esculturas e o seu ingresso de pleno direito nas mais relevantes coleções etnográficas a nível nacional.

«CARTAS DO NOVO MUNDO» Espectáculo nas «Galerias da Amazónia»

CARTAS DO NOVO MUNDO

16 de julho, DOMINGO, 16h00

23 de julho, DOMINGO, 16h00

23 de setembro, SÁBADO

22 de outubro, DOMINGO

PRÓXIMAS SESSÕES: 26 de novembro, DOMINGO | 17 de dezembro, DOMINGO | 16h00

 

Espetáculo nas «Galerias da Amazónia»

Venha participar numa viagem no tempo, nesta peça de teatro realizada nas Reservas Visitáveis do Museu Nacional de Etnologia dedicadas às coleções de alguns povos indígenas da América do Sul.

Baseado nas primeiras descrições das terras do Brasil, realizadas em 1500, o espectáculo «Cartas do Novo Mundo» tem por protagonista Afonso Ribeiro, um desterrado da armada de Pedro Álvares Cabral citado n’ «A Carta» de Pêro Vaz de Caminha. É ele quem nos transmite a perplexidade desse primeiro contacto com os povos indígenas do Brasil, expresso nos comentários sobre a nudez dos índios, os seus adornos, armas, habitações e hábitos alimentares. São essas primeiras revelações que incitam o espectador  à descoberta das «Galerias da Amazónia», levantando questões sobre os artefactos que serão observados na breve visita a este espaço de Reserva, que se seguirá ao espectáculo.

Projeto: Academia de Produtores Culturais em co-produção com Cassefaz

Direção artística: Miguel Abreu

Ator: F. Pedro Oliveira

Informações:

MUSEU NACIONAL DE ETNOLOGIA

Avenida Ilha da Madeira; 1400-203 Lisboa

Marcação prévia para visitasguiadas@mnetnologia.dgpc.pt; tel: 213041160.

N.º máximo de participantes: 30.

Circuito Hop On – Hop Off de “Belém Monumental”

O Museu Nacional de Etnologia e o Museu de Arte Popular integram o novo circuito turístico “Belém Monumental”, em funcionamento desde 27 de setembro, que permite a circulação dos passageiros entre os principais Museus e Monumentos desta área de Lisboa em regime de Hop On – Hop Off. Com um custo de € 5,00, o bilhete para este circuito é válido por 24 horas e permite aos passageiros entrar e sair livremente em qualquer das paragens, devidamente identificadas, localizadas junto aos principais museus e monumentos da zona de Belém e Ajuda.

Com partida no Pilar 7 da Ponte 25 de abril, o circuito “Belém Monumental” realiza-se todos os dias, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00, e abrange as seguintes paragens: Museu Nacional dos Coches, Palácio Nacional da Ajuda, Museu Nacional de Etnologia, Mosteiro dos Jerónimos – Museu Nacional de Arqueologia – Museu de Marinha – Planetário – Centro Cultural de Belém, Torre de Belém, Museu de Arte Popular – Padrão dos Descobrimentos, Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia.

Os bilhetes para este novo circuito podem ser adquiridos em todos os Postos de Turismo da cidade de Lisboa e balcões Cityrama. Podem ser também adquiridos nos dois Postos de Turismo recentemente criados junto ao Mosteiro dos Jerónimos e à Torre de Belém, que permitem também a aquisição de bilhetes de ingresso para os diversos museus e monumentos da área de Belém-Ajuda.